Ministério Público denuncia Verdevaldo por associação criminosa

Amanda Nunes Brückner | 21/01/2020 | 1:01 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou denúncia, hoje (21), contra sete pessoas, incluindo o militante comunista (travestido de jornalista) Glenn Greenwald, dono do site The Intercept Brasil.

Todos foram denunciados pela invasão do Telegram de autoridades públicas do Brasil, dentro do caso investigado na Operação Spoofing, da PF.

O procurador Wellington Divino Marques de Oliveira argumentou que Greenwald foi “partícipe” nos crimes de invasão de dispositivos informáticos e monitoramento ilegal de comunicações de dados, além de ter cometido o crime de associação criminosa.

O hacker Walter Delgatti Neto, conhecido como “Vermelho”, que admitiu ter invadido as contas e repassado as conversas para Greenwald, também foi denunciado.

Outras 5 pessoas ligadas a Delgatti também foram denunciadas:

Thiago Eliezer Santos;
Gustavo Henrique Elias Santos;
Suelen Priscila de Oliveira;
Danilo Cristiano Marques;
Luiz Henrique Molição.

De acordo com a denúncia do MPF, as conversas de Greenwald com uma das pessoas do grupo de hackers apontam que ele orientou o grupo a se desfazer das mensagens e apagar provas que pudessem vinculá-los às invasões.

As conversas estão anexadas à denúncia.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.