Ministro do STF manda bloquear contas em redes sociais

Amanda Nunes Brückner | 16/04/2019 | 10:15 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O ministro Alexandre de Moraes mandou bloquear as redes sociais de 7 investigados no inquérito sobre as supostas fake news contra o STF.

São alvo de buscas da Polícia Federal nesta terça-feira, 16, o general da reserva Paulo Chagas, o membro da Polícia Civil de Goiás Omar Rocha Fagundes, Isabella Sanches de Sousa Trevisani, Carlos Antonio dos Santos, Erminio Aparecido Nadini, Gustavo de Carvalho e Silva e Sergio Barbosa de Barros, informou o Estadão.

Na decisão, o ministro afirma que documentos e informações coletados pela investigação apontam ‘sérios indícios da prática de crimes’.

Ainda de acordo com Moraes, as postagens feitas nas redes sociais contêm ‘graves ofensas a esta Corte e seus integrantes, com conteúdo de ódio e de subversão da ordem’.

O ministro mandou bloquear contas no Facebook, no WhatsApp, no Twitter e no Instagram:

“Autorizo desde logo o acesso, pela autoridade policial, aos documentos e dados armazenados em arquivos eletrônicos apreendidos nos locais de busca, contidos em quaisquer dispositivos”.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.