Moro aceita convite de Bolsonaro e será o novo ministro da Justiça

Amanda Nunes Brückner | 01/11/2018 | 11:31 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Polícia Federal será comandada pelo juiz da Lava Jato

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava-Jato em Curitiba, aceitou hoje (01) o convite feito por Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública a partir de 1º de janeiro de 2019.

Moro se reuniu com o presidente eleito por cerca de duas horas, no Rio de Janeiro.

Com a decisão, o juiz se afastará dos processos relacionados ao escândalo do corrupção na Petrobras.

Gabriela Hardt, juíza substituta na Lava-Jato, assumirá temporariamente os casos.

“Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Apos reunião pessoal na qual foram discutidas politicas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava-Jato seguirá em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes”, declarou o juiz em nota.

Jair Bolsonaro publicou nas redes sociais:

“O juiz federal Sérgio Moro aceitou nosso convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua agenda anticorrupção, anticrime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte!”



compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.