MST ‘paz e amor’ quer negociar com Bolsonaro

Amanda Nunes Brückner | 02/01/2019 | 12:00 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Efeito Bolsonaro …

O MST, comandado por João Pedro Stédile, pintou e bordou no país.

Eles invadiram, depredaram, atearam fogo, trancaram rodovias, fizeram reféns em uma agência da Caixa (pesquise no google e confira), enfim, vandalizaram até um apartamento da ministra Cármen Lúcia, na época presidente do STF.

O grupo que aterrorizou o país durante as gestões petistas agora ‘quer uma trégua’.

Stédile ‘baixou a bola’ e declarou (ao jornal El País) o seguinte:

“Nós não temos interesse nenhum em violência, porque quando a disputa entrar neste patamar, quem vai perder? Nós, né. Eles têm os pistoleiros, a polícia e o juiz. Nós queremos paz e negociar”

Jair Bolsonaro e Sérgio Moro, com toda certeza, não negociarão com extremistas.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.