Myanmar: Exército invade parlamento, prende o presidente e assume controle do país

Edson Jorge Silveira | 01/02/2021 | 12:53 AM | INTERNACIONAL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
presidente Win Myint

Alto comando militar alega que as eleições no país – realizadas em novembro do ano passado – foram fraudulentas

Na eleição de novembro, a Liga Nacional para a Democracia (NLD) conquistou cadeiras suficientes para formar um governo.

Myanmar, também conhecida como Birmânia, foi governada por militares até o início das reformas democráticas em 2011, informa a BBC.

Em uma transmissão pela televisão, militares confirmaram que assumiriam o controle do país no decorrer deste ano.

A tomada de poder aconteceu poucas horas antes do partido NLD (Liga Nacional para a Democracia) se reunir no parlamento pela primeira vez e detiveram o presidente do país, Win Myint.

Os militares pediram o adiamento do evento.

Antes da sessão parlamentar, as linhas telefônicas para Naypyitaw, capital de Myanmar, “não puderam ser acessadas” e a TV estatal saiu do ar, relata a Reuters.

Serviços de internet móvel e telefone também foram interrompidos.

Myo Nyunt, porta-voz do NLD, confirmou à Reuters que os líderes do partido foram detidos.

Ele acrescentou: “Quero dizer ao nosso povo para não responder precipitadamente e quero que ajam de acordo com a lei”.

O poder agora está nas mãos do comandante-chefe Min Aung Hlaing, e os soldados estão nas ruas.

A tomada de poder ocorre após dias de tensões entre o antigo governo de Myanmar e os militares.

Os EUA rechaçaram a medida, avisando que “tomarão medidas contra os responsáveis ​​se a intervenção não for revertida.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.