Na calada da noite, ativistas alteram nome de ponte no DF

14/03/2019


Em Brasília, a ponte Costa e Silva (nome do 27º Presidente do Brasil) amanheceu hoje com um adesivo estampado Marielle Franco.

Para nomear ruas e logradouros públicos é necessário que todo o processo passe pela Câmara Municipal ou pelo Executivo de uma cidade.

Um movimento das redes sociais chamado de ‘Olga Benário’ (nome de uma militante comunista alemã) assumiu a ação e a justificou o ato:

“Hoje, dia 14 de março de 2019, o Movimento de Mulheres Olga Benário e ativistas feministas de Brasília rebatizaram a Ponte Costa e Silva como Ponte Marielle Franco. É inadmissível que nossos monumentos públicos, ruas, praças e pontes ainda levem o nome de presidentes que restringiram nossa liberdade de expressão, cassaram direitos do povo, torturaram e assassinaram opositores, inclusive mulheres que jamais fugiram da luta.”

Só ressaltando que Brasília é Patrimônio Cultural da Humanidade, portanto, o que fizeram foi um crime e os responsáveis pelo ato devem responder na justiça.