Caso queira nos ajudar diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Novo ministro da Justiça terá poder para trocar diretor da PF. Seria uma artimanha do PT para salvar Lula?

O  jornal Estadão informou que, com a substituição do atual ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o novo comandante da pasta (que será escolhido por Dilma) poderá nomear um novo diretor da PF

Mais do que a demissão do ministro, Lula e a articulação do PT querem a demissão de Leandro Daiello, da PF.  Daiello é o atual número 1 da Polícia Federal e foi nomeado em 2011. Ele praticamente dobrou o número de investigações da PF em pouco mais de 5 anos.

De acordo com o Estadão, na gestão de Daiello, a PF deflagrou operações que atingiram o PT e seus dirigentes, como a Lava Jato, que investiga esquema de corrupção na Petrobrás; a Zelotes, que apura suposta vinculação de repasses a um filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Também foi deflagrada a operação Acrônimo, que investiga o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), por suposto recebimento de propina em troca de financiamento no BNDES.

As ações na gestão de Daiello agilizou as operações da PF. O número saltou de 252, em 2010 para 516 no ano passado.

Leandro disse que “A PF é controlada pela lei e ninguém vai aceitar ingerência política aqui. Pressionar o ministro da Justiça para influenciar, evitar, coibir qualquer ação da PF não é uma possibilidade. Pensar nesse sentido é premeditar o cometimento de um crime.”

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com