Peixe morre pela boca: Depoente desmente deputado e o desafia para acareação

14/07/2021

O deputado youtuber, que chegou a ameaçar o presidente Bolsonaro com a divulgação de SUPOSTOS áudios comprometedores, tomou uma invertida de Emanuela Medrades, diretora da Precisa Medicamentos.

Ela declarou hoje (14), em depoimento à CPI da pandemia, que os irmãos Miranda mentiram sobre a data das criações das invoices (documentos com informações preliminares sobre a compra da vacina indiana Covaxin).

Luis Miranda afirmou, na mesma CPI, no último dia 27, que havia recebido as invoices com os supostos erros que induziriam à fraude, no dia 18 de março.

A depoente garantiu que a primeira invoice foi emitida somente quatro dias depois:

“Provei e provo mais uma vez que esta invoice só foi enviada no dia 22 e eu desafio o Luiz Ricardo (irmão do deputado e servidor do ministério da Saúde), a provar que recebeu no dia 18, porque não vão conseguir, e estou disposta inclusive a fazer uma acareação junto com as informações que eles passaram e com os fatos, pois eu provei e provo quantas vezes for necessário”

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments