Policia prende supostos integrantes do MBL por lavagem de dinheiro

A Polícia Civil, em operação conjunta com o Ministério Público Estadual e Receita Federal, prendeu dois integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) na manhã desta sexta-feira, 10.

Eles são investigados pelo crimes de desvio e lavagem de dinheiro.

Conforme o Ministério Público Estadual, os presos foram os assessores Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso, suspeitos de terem desviado mais de R$ 400 milhões de empresas, além de ocultação de patrimônio.

Os mandados de busca e apreensão e os dois de prisão foram cumpridos na capital São Paulo e em Bragança Paulista.

Um dos mandados ocorreu na sede do MBL, na Vila Mariana, região sul da capital paulista.

Segundo a Gedec (Grupo Especial de Repressão a Delitos Econômico), do MP, os homens integram o MBL, embora a operação “se refira a um crime econômico e não político”.

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) confirmou a busca e apreensão na sede do grupo, mas negou que os detidos sejam membros do MBL.


 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com