Que o mundo faça a China pagar e derrube o ditador maligno

18/09/2021

Mundo precisa de uma nova aliança de nações que se recusem a fazer negócios com a China

(Amanda Nunes para o DB)

Nos últimos 20 anos, a China dominou o mercado, gerou bilhões e acabou impondo ao mercado internacional regras que foram aceitas de maneira passiva. Os principais mercados financeiros seguiram Wall Street e, por lucros e ganância no grande mercado chinês, acabaram enriquecendo o país comunista. Países desenvolvidos acabaram entrando em um sistema comunista assustador. Em primeiro lugar, a China insistiria que cada empresa estrangeira que entrasse no país, teria que compartilhar sua tecnologia com seus parceiros chineses locais. Havia outras regras chinesas que deveriam ter deixado as empresas ocidentais cautelosas, mas elas queriam tanto ser lucrativas que acabaram ignorando essa parte. Os países em desenvolvimento (e os subdesenvolvidos) seguiram o exemplo e também passaram a ter lucros maciços. Só que tudo tem um preço. O mundo passou a ter uma cadeia de suprimentos dependente da China, onde as empresas locais altamente subsidiadas eram obrigadas a “roubar tecnologias” e iniciar seus empreendimentos com o Partido Comunista Chinês a reboque. Índia e EUA praticamente perderam suas empresas farmacêuticas que forneciam 80% dos medicamentos ao mundo. Tudo o que o governo chinês precisava fazer era formar um cartel fortemente subsidiado de empresas locais e competir em Ingredientes Farmacêuticos Ativos (IFA) com o resto do mundo, destruindo a concorrência mundial através dos preços. De forma lenta e sorrateira, eles fizeram isso com eletrônicos, brinquedos, baterias, ventiladores, micro-ondas e quase tudo que o mundo costumava produzir. Tudo foi centralizado na China. Um jogo de trapaça e dissimulação, alterando a nivelação do comércio mundial e enganando até mesmo a OMS (Organização Mundial do Comércio). E teve mais … após lançar um vírus mortal no mundo e atacar a Índia com interesses hegemônicos no Mar da China Meridional, eles ainda apoiaram maciçamente regimes fracassados ​​como Venezuela, Paquistão, Irã e Norte Coréia. Isso sem falar na cooptação de políticos ao redor do planeta e de quase toda a imprensa mundial através de incentivo$$$ bondosos. Houve também uma espécie de conluio com os CEO’s das principais redes sociais, que passaram a atuar como censores, travando praticamente todo o fluxo de informações da internet, calando as pessoas comuns e atacando a soberania dos países ao ditar regras.
O mundo precisa de uma nova aliança de nações que se recusem a fazer negócios com a China.
Precisamos que a Carta de Direitos Humanos da ONU seja cumprida à risca. Precisamos ensinar uma lição à China. Se não nos unirmos e enfrentarmos a China, a ONU e todas as instituições que foram criadas após a Segunda Guerra Mundial ficarão capengas e vulneráveis como a OMC e a OMS. A China deve pagar pelas milhões de vidas que eles infectaram com o vírus, mesmo enquanto eles impediam voos internos de Wuhan, mas permitiam insidiosamente que viajantes altamente infectados viajassem por todo o mundo, um crime doloso que acabou matando milhões e destruindo as principais economias ao redor do mundo. Países que antes eram pobres, agora estão miseráveis. Que no próximo ano, líderes mundiais façam a China pagar por sua disseminação deliberada de um vírus mortal; por esconder os dados que seus próprios médicos denunciaram; pela perda de 10 trilhões de dólares nas economias do mundo e por fazer bilhões de pessoas perderem seus empregos, pessoas essas que passaram a sobreviver de esmolas governamentais. Isso além dos bilhões gastos em saúde e empresas falidas, incluindo escolas, restaurantes, academias, etc … Se a China fosse honesta e transparente, 95% do mundo não teria contraído a praga oriental. Cientistas e pesquisadores de todo o mundo teriam tido permissão para entrar no país e trabalhar no vírus mortal. Todos os voos originários da China teriam sido interrompidos. Milhões de pessoas não teriam perdido seus pais, irmãos, cônjuges, avós, filhos, etc … Torço para que acordos comerciais com a China sejam todos cancelados. Que façam os líderes comunistas sentirem a dor e, acima de tudo, que o mundo destrua o PCC. (Partido Comunista Chinês). A natureza tem feito sua parte. A escassez massiva de alimentos já começou a afetar o oriente; inundações intermináveis ocorreram em 2020; bancos chineses estão com dívidas estratosféricas e o câmbio local está em um nível baixíssimo. Além disso, até o PLA (Exército de Libertação Popular) está descontente, enquanto XI Jinping perdeu a confiança total de seu povo. Bastaria apenas uma faísca para acender o barril de pólvora de sua morte. XI Jinping deve arder no fogo do inferno pela eternidade. E não se deixem enganar. O líder comunista psicopata já avisou que pretender ser o Mestre do Universo. Não tenha dúvidas de que ele, intencionalmente e sem pensar duas vezes, enviaria outra Arma de destruição em massa ao mundo. Precisamos estar preparados, mas acima de tudo, temos que derrubar esse ditador maligno.

Brasil acima de tudo … Deus acima de todos!

 
3.3 3 votes
Article Rating

Deixe um comentário

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

[…] Que o mundo faça a China pagar e derrube o ditador maligno […]