“Se estivéssemos numa guerra, poderíamos confiar num general desse?”

Entre as principais características da profissão militar, destacam-se algumas exigências que são peculiares à profissão, tais como:  dedicação exclusiva, disponibilidade permanente, formação específica e aperfeiçoamento constante, proibição de participar de atividades políticas, ética, coragem, nobreza de caráter , respeito à hierarquia e vários outros atributos.

A primeira promessa solene proferida por todos ao vestirem pela primeira vez a farda é o “Compromisso à Bandeira” ou “Juramento do Soldado”, declamado pelo jovem na posição de sentido, com braço direito estendido e mão espalmada:

“Incorporando-me ao Exército Brasileiro, prometo CUMPRIR RIGOROSAMENTE AS ORDENS DAS AUTORIDADES A QUE ESTIVER SUBORDINADO, RESPEITAR OS SUPERIORES HIERÁRQUICOS, tratar com afeição os irmãos de armas, e com bondade os subordinados, e dedicar-me inteiramente ao serviço da Pátria, cuja Honra, Integridade, e Instituições, defenderei com o sacrifício da própria vida.”

Como todos sabem, as Forças Armadas são forças federais subordinadas ao Ministério da Defesa e o Comandante Supremo das Forças Armadas é o Presidente da República.

Eis que surgem uma meia dúzia de gatos pingados (ou melhor, generais pingados) e decidem romper o juramento que fizeram ao vestir a farda. (exemplo abaixo)

Agora eu te pergunto, caro brasileiro:

“Se estivéssemos numa guerra, poderíamos confiar num general desses?”


 

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com