Segunda onda de coronavírus poderá ser mais mortal, alerta chefe do CDC

21/04/2020

O chefe dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA alertou hoje (21) que uma segunda onda de coronavírus – esperada para o próximo inverno – pode ser mais mortal que a atual pandemia – mesmo quando mais estados pressionam para reabrir suas economias.

“Existe a possibilidade de que o ataque do vírus à nossa nação no próximo inverno seja realmente mais difícil do que aquele que acabamos de passar”, disse Robert Redfield, diretor do CDC, ao The Washington Post , dizendo que provavelmente coincidiria com a alta temporada de gripe.

“E quando eu disse isso a outras pessoas, elas meio que recuaram, não entendem o que quero dizer.”

“Dois surtos simultâneos de infecções respiratórias afetariam dramaticamente o sistema de saúde”, disse ele.

A primeira onda de COVID-19, a doença causada pelo coronavírus, já matou mais de 42.000 americanos.

Redfield disse que autoridades federais e estaduais precisam usar os próximos meses para se preparar para o pior cenário possível.

À medida que as ordens de estadia em casa são levantadas, as autoridades precisam enfatizar a importância do distanciamento social e da lavagem das mãos, explicou.

O inverno no hemisfério norte ocorre a partir de dezembro … no Brasil, a temperatura já começará a cair dentro de 30 dias.