Senadora desistiu da CPI da Lava Toga após ligação de Gilmar Mendes

Patrícia Moraes Carvalho | 14/02/2019 | 9:00 PM | POLÍTICA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na última segunda-feira (11), o presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) confirmou que a CPI da Lava Toga foi arquivada falta de assinaturas.

Para a Comissão ser instalada na casa, seria necessário a assinatura de 27 senadores (1/3 do total de parlamentares).

O número (de assinaturas) já estava confirmado quando dois ‘digníssimos senadores’ decidiram retirar o apoio para a criação da CPI.

Agora leiam com atenção o trecho de uma reportagem divulgada pelo portal Terra:

“Os pedidos para a retirada das assinaturas partiram dos senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Kátia Abreu (PDT-TO) … “

“A reportagem apurou que Kátia Abreu conversou com o ministro Gilmar Mendes por telefone antes de retirar a assinatura e informou que a CPI, tal como proposta, não contava com o seu apoio. Para Kátia, este não é o momento para abrir uma crise institucional no País.”


Precisa dizer algo mais?

 

leia também:

Senador Kajuru rasga o verbo: “O STF não manda aqui e eu não sou funcionário do Gilmar”


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.