Sou trabalhador, heterossexual e acredito em Deus. Esse mundo não é pra mim!

São gravíssimas as minhas deficiências:

Eu nasci branco, quem nasce branco já é considerado racista, mesmo não sendo.

Nasci em uma família trabalhadora, então eu sou burguês.

Não voto para esquerda, o que me torna fascista.

Sou heterossexual, o que me torna um homofóbico.

Valorizo ​​minha identidade e minha cultura, o que me torna um xenófobo.

Acredito que o macho e a fêmea da espécie Homo Sapiens foram, na maioria das vezes, grandes parceiros e mutuamente responsáveis pelo sucesso da espécie, o que me torna misógino.

Eu gostaria de viver em segurança e ver criminosos na prisão, o que me torna um torturador.

Quero que respeitem minha maneira de pensar e minhas crenças e não me façam pensar que o anormal é normalmente relativo, o que me transforma em um opressor.

Penso que os subsídios acabam com o esforço de trabalhar e minam a dignidade das pessoas, por isso sou insensível.

Acredito que cada um deve ser recompensado de acordo com sua produtividade, mérito e capacidade, o que me torna um egoísta anti-social.

Eu fui educado em valores e princípios, o que me torna um oponente do bem-estar social.

Acredito em Deus, logo, sou um fundamentalista religioso.

Creio que as vítimas dos estupradores, ladrões, traficantes, estelionatários deveriam ser indenizadas pelo Estado e os culpados presos, pagassem pela dívida, não tivessem auxílio para suas famílias, indulto para ir pra casa, habeas corpus, tornozeleiras, mas trabalhassem para pagar suas custódias, sua roupa, água, luz e comida.

Então, sou considerado preconceituoso e contrário aos Direitos Humanos.

Esta é uma pequena e breve revisão da minha má reputação.

Agradeço a todos os meus amigos e conhecidos que ainda se atrevem a se relacionar comigo, apesar de todas as minhas falhas.

(Autor Desconhecido)

publicidade


PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com