Testemunhas confirmam que ‘barba’ recebeu propina no aeroporto de Brasília

Amanda Nunes Brückner | 20/01/2019 | 3:54 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Carlos Alberto Pocento e Claudio de Souza Gouveia, ex-motoristas de Antonio Palocci, confirmaram a versão do ex-ministro

Dois ex-motoristas de Antônio Palocci certificaram, em depoimento, entregas de dinheiro vivo ao ex-presidente Lula.

As declarações foram feitas para a Polícia Federal do Paraná com o objetivo de prestar esclarecimentos sobre fatos investigados na Operação Lava Jato.

Carlos e Cláudio disseram à PF que ‘entregas de valores’ foram feitas dentro de ‘caixas de whisky’ para o ex-presidente, chamado de ‘barba’.

O dinheiro teria sido entregue no aeroporto de Brasília e na sede do Instituto Lula.

Claudio de Souza Gouveia (que trabalhou para Palocci desde 2002 – época de transição do governo FHC) explicou para a PF ‘que foram muitos os episódios em que o depoente conduziu Antonio Palocci Filho até a base aérea de Brasília/DF para levar objetos, presentes e mimos a Lula’.


Propina para sustentar os filhos de Lula

Na delação de Antônio Palocci consta um trecho dizendo “os trabalhos de Bumlai (empresário, pecuarista e amigo pessoal do ex-presidente eram feitos, muitas das vezes, para a sustentação da família de Lula”.

“Que em várias oportunidades, Bumlai solicitava recursos para atender aos projetos dos filhos de Lula.”



compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.