Todos os presos são inocentes até que se prove o contrário

Amanda Nunes Brückner | 23/10/2019 | 12:18 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ninguém será considerado culpado até … que seja julgado pela enésima instância

O ministro Marco Aurélio Mello (STF) defendeu que presos condenados em segunda instância sejam ‘liberados’ das cadeias.

No voto, pasmem, Marco Aurélio defende a tese da superlotação das cadeias.

“O problema adquire envergadura maior quando considerada a superlotação dos presídios.  Constatou-se o exorbitante número de cidadãos recolhidos provisoriamente … e consequentemente, a inobservância do princípio da não culpabilidade. Inverte-se a ordem natural para prender e, depois, investigar.”

Trocando em miúdos … enquanto as cadeias estiverem lotadas, os novos criminosos poderão agir tranquilamente.

Parece piada, mas não é!

 

 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.