Vacinação obrigatória. Governo pode tomar essa atitude?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

OPINIÃO …

(Roberto Smera)

O uso generalizado das máscaras pela população foi o balão de ensaio mais eficiente para que as autoridades médicas tivessem noção do nível de controle conquistado para implementação da segunda fase do plano, que consiste na campanha de vacinação em massa.

A grosso modo, cada cidadão que passivamente aceitou usar uma focinheira de pano para se “proteger da ameaça mortal” do vírus, seja por pânico induzido pela mídia, seja pela obediência servil a leis iníquas, certamente não oferecerá resistência às autoridades sanitárias quando as vacinas estiverem prontas.

(Patrícia Carvalho)

Aproveitando o gancho do texto acima …

Se conseguiram tirar nossos empregos, nossos bens, nossos sonhos, o futuro de nossos filhos, nossa liberdade de expressão, nosso direito de ir e vir, enfim, injetar uma vacina desenvolvida em 6 meses não será um trabalho tão árduo.

Se para usar a máscara de pano, as pessoas estão sendo algemadas, humilhadas, levando multas, apanhando, sendo presas … para se obrigar alguém a tomar a vacina, é só seguir o mesmo caminho.

Pancada, algema, arma de choque, multa, etc…!

Esses são os passos para a conscientização do cidadão brasileiro.

Como somos evoluídos!

Só lembrando que uma vacina, para ser considerada segura e eficaz, pode levar anos até estar pronta para imunizar a população.

Mas é a China né? Eles são rápidos … copiam tudo … fabricam tudo que não presta … falsificam desde um simples cadarço de tênis até carros e foguetes espaciais … subornam todos, ‘compram’ cadeiras na ONU, na OMS, enfim, os cara são ‘foda’.

Bem, essa é a minha opinião … espero que eu esteja 100% errada e a tal vaCHINA não piore (ainda mais) a lambança horrenda que eles fizeram no mundo.

No mais, sigo na esperança de que essa pandemia desapareça do mesmo modo que apareceu.

Sonhar não custa, né? Ao menos por enquanto.



Bolsonaro assinou

É a lei 13.979, de 6 de fevereiro, sobre “as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus”. Ela diz o seguinte em seu artigo 3º:

“Para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, poderão ser adotadas, entre outras, as seguintes medidas: (…)

III – determinação de realização compulsória de:

a) exames médicos;
b) testes laboratoriais;
c) coleta de amostras clínicas;
d) vacinação e outras medidas profiláticas”

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.