“Vamos fechar as escolas do MST. São fábricas de ditadores”

8.9k Views

Patrícia Moraes Carvalho | 19/01/2019 | 3:00 AM |

,

*** conteúdo exclusivo do Diário do Brasil | se for reproduzir, copiar e/ou colar, favor citar a fonte ***

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Luiz Antônio Nabhan Garcia, secretário especial de Assuntos Fundiários, declarou que irá fechar as escolas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Garcia disse que as escolas são “fabriquinhas de ditadores”.

Em entrevista à revista Veja, o secretário explicou que o movimento de luta pela reforma agrária é uma “organização criminosa” e defendeu que os proprietários de terras possam utilizar armas de fogo quando forem invadidas pelo grupo.

Segundo dados do MST, aproximadamente 1500 escolas do movimento são responsáveis pela educação (…sic…) de crianças e jovens entre 7 a 14 anos.

Guilherme Boulos não gostou da notícia.



Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.