É óbvio que irão dizer que o voluntário morreu porque tomou placebo

“Morre voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford. Laboratório não diz se ele recebeu vacina ou placebo”

(Rodrigo Miceli – escritor)

Alguma dúvida de que dirão que ele recebeu placebo?

Assim como voluntários que apresentam reações adversas graves “não necessariamente” são por conta da vacina.

A “Ciência” está repleta de coincidências.

Nota: Diante do caráter experimental desta vacina, desenvolvida aquém do devido prazo e sofrendo todo tipo de pressões externas, é um CRIME falar em obrigatoriedade.

Que tomem os inconsequentes, os aventureiros, os histéricos e os desesperados.

Complemento:

E ainda tem idiota comparando a vacina com a hidroxicloroquina, um fármaco que está no mercado a mais de 70 anos.

PS: Não somos anti-vacina … somos anti-vaCHINA feita nas coxas …


 

publicidade