Wall Street Journal defende prisão para Zuckerberg: “Uma elite secreta está isenta de punições na rede”

18/09/2021

Empresa diz que suas regras se aplicam a todos, mas documentos revelam uma ‘elite secreta’ está isenta de punições

Mark Zuckerberg disse publicamente que o Facebook Inc. permite que seus mais de três bilhões de usuários falem em pé de igualdade com as elites da política, cultura e jornalismo, e que seus padrões de comportamento se aplicam a todos, não importa seu status ou fama.

MENTIRA!

Em privado, a empresa construiu um sistema que isentou usuários de alto perfil de algumas ou todas as suas regras, de acordo com documentos da empresa analisados ​​pelo The Wall Street Journal.

O programa, conhecido como “verificação cruzada” ou “XCheck”, foi inicialmente planejado como uma medida de controle de qualidade para ações tomadas contra contas de alto perfil, incluindo celebridades, políticos e jornalistas.

Hoje, ele protege milhões de usuários VIP do processo normal de fiscalização da empresa, mostram os documentos. Alguns usuários são colocados na “lista de permissões” – ficam imunes às ações de fiscalização – enquanto outros têm permissão para postar material que viole as regras, dependendo das avaliações dos funcionários do Facebook que muitas vezes nunca chegam.

Em 2019, por exemplo, e empresa  permitiu que o astro do futebol internacional Neymar mostrasse fotos de uma mulher nua, que o havia acusado de estupro, para dezenas de milhões de fãs antes que o conteúdo fosse removido.

Mentiras após mentiras, após mentiras

Os documentos que descrevem o XCheck são parte de uma ampla gama de comunicações internas do Facebook revisadas pelo The Wall Street Journal.

Eles mostram que o Facebook sabe, em detalhes agudos, que suas plataformas estão repletas de falhas que causam danos, muitas vezes de maneiras que apenas a empresa entende completamente.

Parte dos documentos foram entregues à Comissão de Valores Mobiliários e ao Congresso por uma pessoa que buscava proteção federal a um denunciante.

Repetidamente, os documentos mostram, nos Estados Unidos e no exterior, os próprios pesquisadores do Facebook identificaram os efeitos nocivos da plataforma, em áreas como saúde mental de adolescentes, discurso político e tráfico de pessoas. Vez após vez, apesar das audiências no Congresso, de suas próprias promessas e de inúmeras denúncias na mídia, a empresa não os corrigia.

A solução?

O WSJ comenta:

“Uma solução potencial permanece fora da mesa: manter usuários de alto perfil com os mesmos padrões que todos os outros .”

Perjúrio vs. Declaração Falsa

Você provavelmente já sabe o que é perjúrio – mentir sob juramento. Por exemplo, se você mentir para um grande júri, a Comissão de Valores Mobiliários ou qualquer outra agência federal ou estadual sobre um fato importante enquanto presta depoimento sob juramento, isso é perjúrio.

Se mentir para um agente do FBI ou outro agente do governo que bateu à sua porta, ou quando assinar um documento comprovando que é falsa, você não cometeu perjúrio porque não estava sob juramento. Mas você pode ter violado a lei federal que proíbe fazer declarações falsas e as penalidades são igualmente severas.

Consequências de mentiras e perjúrio

Deve haver consequências para mentiras e perjúrio.

Se Zuckerberg mentiu para o Congresso, e acredito que mentiu repetidamente, a maneira de impedir as mentiras é responsabilizar os CEOs.

A pena para Zuckerberg pode chegar a uma multa de $ 250.000 (valor que praticamente não importa para ele) e prisão de 5 anos (com isso ele se importa).

 

0 0 votes
Article Rating

Deixe um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments