Zema barrou ajuda das Forças Armadas em MG, diz comandante do Exército

Amanda Nunes Brückner | 29/01/2019 | 1:52 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Militares das Forças Armadas só podem agir caso sejam acionados pelo governo do Estado

Colocamos todo o nosso contingente à disposição desde a última sexta (25), mas o governador de Minas não nos requisitou, justificando que a área é restrita, sensível e que há pouco espaço para manobra”, declarou ao jornal O Estado de S. Paulo o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva.

O porta-voz do Palácio do Planalto, general Otávio Barros, confirmou que 4 mil homens do Exército estão de prontidão para serem empregados, bastando apenas que o governo de Minas Gerais solicite apoio.

Romeu Zema recusou não só o apoio das Forças Armadas como também de bombeiros voluntários de São Paulo, que teriam sido impedidos pelo Corpo de Bombeiros de MG de ajudar nas buscas em Brumadinho.

“O Coronel Almeida disse que o Corpo de Bombeiros não precisa de voluntários, que só o pessoal dele dá conta. Por isso, ele nos deu duas horas para ir embora”, declarou o Comandante Santos em entrevista à Jovem Pan.



 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.